Quem é seu amigo de verdade?

17/09/2015 15:32

Certa vez eu fui comprar alguns presentes na Havan, uma grande rede de lojas aqui em Curitiba, e depois de passear com minha esposa e encontrar o que queria, fomos ao caixa.

Depois de pagar fui direcionado a pegar o embrulho para presente no balcão nos fundos da loja. Chegando ao balcão, uma moça me atendeu enquanto outras três embrulhavam vários presentes.

Ao conversar com essa moça, que me pareceu educada mas um pouco distante, percebi que seu hálito estava ruim, então como sempre faço (vício de vendedor) ofereci um chiclete que eu tinha no bolso, mas ela não deu muita atenção e disse: - Não obrigada.

Mais dez minutos se passaram e eu reparei nela conversando com as outras colegas sem problemas, e ao entregar o meu embrulho e me pedir a nota fiscal, não deu pra ignorar que realmente parecia que ela havia comido um rato morto no almoço!

Ofereci de novo o chiclete. Ela recusou de novo.

Fui um pouco mais incisivo e disse: - Experimenta, é muito gostoso!

Ela respondeu mais alto para que suas amigas ouvissem: - Já disse que não quero!

Nisso as amigas começaram a rir, enquanto ela olhava pra mim rindo.

De repente minha cara fechou, eu fiz um movimento com a mão dizendo para ela se aproximar e disse:

- Elas não estão rindo de mim, estão rindo do seu bafo de rato morto. Você as considera suas amigas, mas provavelmente, elas estão rindo de você desde a hora que a loja abriu. Então acredite quando te digo: \nesse momento, o único amigo que você tem nessa loja toda é um desconhecido que está tentando te fazer parar de passar vergonha com todos os clientes que você atendeu hoje, e está insistindo para te dar um chiclete.

Ela tirou o sorriso da cara, pegou o chiclete e imediatamente o desembrulhou e colocou na boca. Abaixou a cabeça e voltou para os fundos da loja.

Até hoje, 6 meses depois, ela se lembra de mim quando volto à loja, que fica pertinho de casa, e me atende super animada.

 

Pense nisso pelos dois lados da moeda:

Ofereça o chiclete: As vezes, a melhor forma de ajudarmos alguém é sendo honesto e dando a opinião que ele precisa ouvir, não a que ele gostaria de ouvir. Elogio vazio é um desserviço.

Aceite o chicle: As vezes, o melhor amigo não é aquele que nos conforta, mas aquele que joga na cara a verdade que não queremos ouvir.

Contato

Ganhe uma Mentoria GRÁTIS: Entre em contato e faça uma sessão gratuita de mentoria de vendas e marketing estratégico, para aumentar seu preço de venda e tornar a concorrência irrelevante. Tel: 41 3285-8130
WhatsApp: 41 99815-2744
SKYPE: demitrios.souza
falecom@demitrios.com.br